tamanho da letra : imprimir

A viagem de Prata

_MG_9220

 

O escritor conta como foi a experiência de participar da sexta edição do projeto da Auroraeco, realizado em parceria com a Livraria da Vila
Na imensidão das águas escuras e misteriosas do Rio Negro, cercado pela floresta fechada, a total impossibilidade de receber notícias de terra firme ou de assistir ao jogo da Libertadores fez com que Mario Prata, escritor, torcedor apaixonado do Linense, hard user de computador, smartphones e afins descobrisse outras conexões a bordo do Navegar é Preciso.
“A falta de tecnologia me levou a ter contato com as pessoas e me dei conta de como os gadgets nos desconectam de coisas tão legais como um bom papo”, conta Prata. Além do autor, este ano, o projeto, idealizado pela Auroraeco Viagens em parceria com a Livraria da Vila, renuiu em sua sexta edição os escritores Rodrigo Lacerda, Noemi Jaffe e Raphael Montes, mais o cantor Zeca Baleiro e a atriz Clarice Niskier.

 

 

 
“O público me surpreendeu por ser realmente ligado em literatura, e isso fez com que acontecesse uma gostosa mistura entre convidados do projeto e as pessoas. Todo mundo subia para se encontrar no deque para beber e conversar. E aí, fiz amizades, convivi com gente interessante. A Salete, uma paraibana que estava na viagem, se tornou uma das atrações. Onde ela estava a gente se juntava para ouvir as piadas. Nem todas eram novas, mas o modo que ela conta é sensacional”, lembra Prata. Ele diz que esse clima amigável e brincalhão tornou as mesas dos escritores ainda mais animadas. “Houve participação de todos e de um modo tão descontraído que enriqueceu ainda mais os encontros. Adorei.”
Antes de viajar, Prata confessa ter ficado um pouco preocupado. Primeiro, porque deveria pegar o avião às 5h da manhã – e ele não é exatamente o tipo de pessoa que curte acordar cedo. Para contornar a questão, achou melhor não dormir e ir direto para o aeroporto. Depois, no navio, quando descobriu que não teria Wi-Fi, deu um certo calafrio na espinha. “Eu sou muito ligado nas notícias. Fora isso, na quarta-feira teria jogo da Libertadores e vi que não teria como assistir. No início, a ideia de estar desconectado quase me deixou descompensado”, diverte-se. Mas, agora, garante que “sobreviveu” e adorou se desligar do mundo por um tempo.

 

_MG_9406

IMG_3303

 

 
“Um dos programas noturnos da viagem é sair em barcos de 20 lugares, cada, para procurar jacaré. E eu fui com o grupo. Fazia uma noite linda. O barquinho passeou lentamente pelos igarapés até que, de repente, zás! Achamos um jacaré pequeno. Aí, pude passar a mão na barriga dele. E descobri, graças ao guia, que o bicho estava tranquilo, porque manteve as pernas abertas enquanto eu fazia carinho. Essa experiência foi algo muito diferente.”
Prata também ficou impressionado com a sabedoria dos guias. “Um dia, a gente foi visitar um vilarejo e um deles começou a falar sobre a floresta. Me surpreendi porque o que ele disse assim, espontaneamente, era um poema. A Clarice até pediu para ele repetir e anotou, porque era algo lindo mesmo”, lembra.
Durante a visita ao Teatro Amazonas, em Manaus, Prata diz ter se sentido no filme Fitzcarraldo (de 1981, com direção de Werner Herzog). Bem naquela cena que se passa em uma noite de gala do teatro, quando Fitzcarraldo (o ator Klaus Kinski) e Molly (a atriz Claudia Cardinale) tentam entrar sem ingressos e são barrados pelo lanterninha interpretado pelo cantor Milton Nascimento. Comovido pela tremenda vontade do casal de assistir ao espetáculo, ele deixa os dois assistirem à ópera num canto da sala principal – e eles ficam encostados em uma das colunas. “Quando entrei ali, aquilo veio à minha cabeça e eu me postei na coluna, como no filme. Fiquei ali um tempo, só curtindo a sensação. Foi tudo tão legal que já estou torcendo para me convidarem de novo.”

 

Prepare-se para a sétima edição do projeto
A sétima edição do Navegar é Preciso, viagem literária pelo Rio Negro, na Amazônia, reunirá mais uma vez grandes nomes da literatura e música brasileira e internacional. O evento será a bordo do Iberostar Gran Amazon, entre os dias 1o e 5 de maio de 2017. A Auroraeco Viagens e a Livraria da Vila já estão com os convidados confirmados, mas pretendem manter o suspense sobre eles até o lançamento oficial da viagem, em julho.

 

Quem leva
Auroraeco Viagens
Tel. (11) 3086-1731
www.auroraeco.com.br

Comentários


Deixe um comentário




O comentário não representa a opinião da revista Host&Travel; a responsabilidade é do autor da mensagem